História do Jogo do Bicho

O Jogo do Bicho e sua história

O Jogo do Bicho se originou no início do período Republicano. João Batista Viana Drummond, o Barão de Drummond, tinha dificuldades para manter seu zoológico com o fim do auxílio de 10 contos anuais dados pela monarquia. Seguindo os conselhos do Sr. Manuel Ismael Zevala, mexicano que tentara sem sucesso trazer o Jogo das Flores para o Rio de Janeiro, criou o Jogo do Bicho.

O visitante que chegava ao Zoológico pagava mil réis por uma entrada que vinha com um dos 25 bichos existentes no zoológico, representados por grupos de quatro números, de 00 a 99. O desenho e o nome do bicho ficavam ocultos em um quadro pregado em um mastro na entrada do Jardim. Ao fim do dia, o bicho era revelado, diante de apostadores e curiosos. O ganhador levava 20.000 réis.

As apostas atrairam a curiosidade da alta sociedade fluminense, enchendo os bolsos do Barão e do mexicano, mas atraiu também a polícia. A exploração do vício não poderia continuar, e o Jogo do Bicho foi proibido.

No início do séc. XX, com o surgimento das loterias, o Jogo do Bicho volta com força, mesmo amparado na ilegalidade. Permitindo apostas mínimas baixas, ou de “simples moedas a tostões furados”, logo caiu nas graças do povo.

Em 1962 o governo lança a Loteria Federal, numa tentativa de atrair os apostadores do Jogo do Bicho. Hoje em dia os resultados da Loteria Federal são usados no lugar do terceiro sorteio do dia do Jogo do Bicho nas quartas-feiras e sábados.

Durante todos estes anos as autoridades alternaram momentos de tolerância e repressão. Nestes momentos as propinas rolavam soltas e enchiam os bolsos dos corruptos. Houve momentos onde foi estudada a possibilidade de legalização, nunca levada adiante. Até hoje o Jogo do Bicho atrai milhares de pessoas com a promessa de pagar até 4000 vezes o valor apostado.

Recentemente a Polícia Civil vem fazendo diversas operações e aumentando o cerco contra o Jogo do Bicho. O atual secretário de segurança do Rio de Janeiro vem levantando a bola da discussão sobre criminalização ou legalização do Jogo do Bicho.

Fonte = Loteriasbrasileiras